Cariri

01. Sertão

Zona da Mata

Agência Regional de João Pessoa

  • População estimada 905.268 71% é urbana.
  • Estima-se que a região consome com produtos e Serviços mais de 11 bilhões por ano
  • 50% dos negócios estão no Comércio e nos serviços.
  • Alimentação, Casa , saúde, vestuário e veículos são as principais categorias de consumo da região.
  • Patos é 3ª maior cidade com potencial de consumo do Estado.

Potencial dos Grandes Investimentos na região geram oportunidades de bons negócios

• Transposição do Rio São Francisco;
• Exploração de Energia Eólica e Fotovoltaica:
• Polos de Educação;
• Polo de Saúde em Patos;
• Patos Shopping.

Vocação Regional aponta a especialidade da região e sua mão-de-obra naquela atividade.

• Construção;
• Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas;
• Educação;
• Industria de Transformação;
• Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura;
• Alojamento e alimentação;
• Informação e Comunicação ;
• Saúde.

Destacamos a cadeia da Construção que traz uma série de oportunidades para novos negócios e que sofreu nos últimos anos, mas que apresenta uma forte tendência pós-crise. Fonte Observatório Sebrae/PB.

Mapa

Energia Fotovoltaíca para Irrigação 3/9

Cariri

Dicas para inovar —

A energia elétrica é um dos insumos mais importantes na produção de bens e serviços do país, sendo empregada intensivamente nos setores da indústria, comércio, serviços e agropecuária. Seu uso é imprescindível a todos os tipos de atividades empresariais e sociais da atualidade.

A necessidade de energia está cada vez maior, devido ao constante crescimento da população e aos avanços nas áreas de tecnologia. Atentos a estas questões, países e empresas vêm inovando e produzindo energia por meio de fontes alternativas, limpas e renováveis. No Brasil, as principais fontes de energia renovável utilizadas são: hidráulica, eólica, solar e da biomassa. 

A energia solar pode ser aproveitada como fonte de calor, quando a luz do sol é captada por um sistema de coletores solares e direcionada para o aquecimento de água; ou para produzir eletricidade, pelo sistema fotovoltaico, que converte a luz do sol diretamente em energia elétrica. 

DICAS PARA EMPREENDER

Para ingressar no ramo de energia fotovoltaica, é importante que o empreendedor tenha conhecimento da sistemática que envolve esse tipo de negócio. Caso não possua experiência, é recomendável que faça um curso de capacitação, ministrado por uma empresa especializada e consolidada no mercado. Participar de seminários especializados é uma forma de se manter atualizado quanto às novidades do setor.

Outra dica, é que será necessário manter no quadro funcional da sua empresa, um profissional de engenharia elétrica, que assumirá a responsabilidade técnica dos projetos de instalação. Devendo ainda, ter conhecimento sobre a regulamentação específica da ANEEL relacionada a esse segmento. 

Uma divulgação contínua e eficiente do seu negócio dará a este maior visibilidade junto ao mercado consumidor. Para tanto, invista na criação de um site institucional que também poderá funcionar como e-commerce, onde serão divulgados e comercializados seus produtos e serviços. Distribuir folders nos locais frequentados pelo seu público-alvo, será uma boa forma de atingir os possíveis clientes que não tem intimidade com a internet. Também poderá adesivar seu veículo com a marca da empresa, seu portfólio e dados para contato.

Outra forma de projetar seu negócio no mercado é firmar parcerias com construtoras e empreiteiras, visando aplicação do sistema de captação de energia fotovoltaica nos projetos por elas executados. 

Para mais informações, acesse:

http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-uma-fabrica-de-aquecedor-solar

Receber essa ideia por e-mail