Cariri

01. Sertão

Zona da Mata

Agência Regional de João Pessoa

  • População estimada 905.268 71% é urbana.
  • Estima-se que a região consome com produtos e Serviços mais de 11 bilhões por ano
  • 50% dos negócios estão no Comércio e nos serviços.
  • Alimentação, Casa , saúde, vestuário e veículos são as principais categorias de consumo da região.
  • Patos é 3ª maior cidade com potencial de consumo do Estado.

Potencial dos Grandes Investimentos na região geram oportunidades de bons negócios

• Transposição do Rio São Francisco;
• Exploração de Energia Eólica e Fotovoltaica:
• Polos de Educação;
• Polo de Saúde em Patos;
• Patos Shopping.

Vocação Regional aponta a especialidade da região e sua mão-de-obra naquela atividade.

• Construção;
• Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas;
• Educação;
• Industria de Transformação;
• Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura;
• Alojamento e alimentação;
• Informação e Comunicação ;
• Saúde.

Destacamos a cadeia da Construção que traz uma série de oportunidades para novos negócios e que sofreu nos últimos anos, mas que apresenta uma forte tendência pós-crise. Fonte Observatório Sebrae/PB.

Mapa

Criação de camarão em agua Salobra 1/9

Cariri

Dicas para inovar —

A carcinicultura ou criação de camarão em cativeiro é um dos segmentos mais importantes do agronegócio na região Nordeste, que se destaca por ser a maior produtora desse crustáceo no mercado nacional.  É uma atividade rentável e com grande potencial de crescimento, devido a uma demanda cada vez maior de consumidores interessados nessa iguaria de alto valor nutritivo.

Na carcinicultura podem ser cultivados tanto o camarão de água doce quanto o de água salgada ou salobra. No caso da criação de camarão em água salobra, o processo de produção aproveita o rejeito de água oriunda da dessalinização da água salobra retirada de poços tubulares, que possui alta concentração de metais pesados, é imprópria ao consumo e não deve ser descartado em lagos ou rios, nem nas áreas de vegetação.   

DICAS PARA EMPREENDER

O público-alvo desse tipo de atividade é composto por três grupos distintos: o de consumidores finais, que adquirem o camarão para uso imediato; há também os revendedores tipo: restaurantes, frigoríficos e supermercados, que compram o produto para beneficiamento e venda; e ainda, as indústrias que transformam o camarão em produtos de maior valor agregado. 

Os pequenos produtores da carcinicultura, para se manterem competitivos no mercado, têm como opção a formação de cooperativas e assim obter vantagens como: redução dos investimentos em máquinas e equipamentos, que a cooperativa poderá dispor ao uso comum; maior facilidade nas negociações com o mercado externo; redução de custos na aquisição de insumos e matéria prima para produção; entre outras possibilidades inerentes ao cooperativismo.

É importante conhecer e se adequar a toda legislação que seja relacionada a aquicultura e a carcinicultura, evitando problemas de ordem legal que possam causar impactos negativos ao empreendimento. Nesse sentido, para se regularizar, o produtor deverá consultar órgãos como: Vigilância Sanitária, Sudema, Ibama, e demais relacionados ao negócio. Além de registrar a empresa no SIF - Serviço de Inspeção Federal e registrar o aquicultor junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Uma vantagem da carcinicultura que vale ser lembrada, é que o processo produtivo pode ser implementado em áreas improdutivas ou de baixo rendimento da propriedade. Com isso poderá agregar valor a essas áreas e aumentar o faturamento. 

Para mais informações, acesse:

https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-uma-criacao-de-camarao

Receber essa ideia por e-mail