Cariri

01. Sertão

Zona da Mata

Agência Regional de João Pessoa

  • População estimada 905.268 71% é urbana.
  • Estima-se que a região consome com produtos e Serviços mais de 11 bilhões por ano
  • 50% dos negócios estão no Comércio e nos serviços.
  • Alimentação, Casa , saúde, vestuário e veículos são as principais categorias de consumo da região.
  • Patos é 3ª maior cidade com potencial de consumo do Estado.

Potencial dos Grandes Investimentos na região geram oportunidades de bons negócios

• Transposição do Rio São Francisco;
• Exploração de Energia Eólica e Fotovoltaica:
• Polos de Educação;
• Polo de Saúde em Patos;
• Patos Shopping.

Vocação Regional aponta a especialidade da região e sua mão-de-obra naquela atividade.

• Construção;
• Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas;
• Educação;
• Industria de Transformação;
• Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura;
• Alojamento e alimentação;
• Informação e Comunicação ;
• Saúde.

Destacamos a cadeia da Construção que traz uma série de oportunidades para novos negócios e que sofreu nos últimos anos, mas que apresenta uma forte tendência pós-crise. Fonte Observatório Sebrae/PB.

Mapa

Quiosque de comida saudável 34/44

Cariri

Dicas para inovar —

O fator obesidade já compromete grande parte da sociedade brasileira e as pesquisas mostram que 56,9% da população está acima do peso. Na Paraíba, o índice também é alto, com mais da metade (53,5%) dos indivíduos acima do peso ou obesos. A obesidade não só vem comprometendo homens e mulheres adultos, como agora é assunto de discussão dentro das escolas, junto ao público infantil e adolescente. O excesso de ingestão de alimentos gordurosos, o consumo de leite integral e o abuso de refrigerantes configuram como os grandes vilões da história no país.

Além do fator obesidade, o envelhecimento da população brasileira, fruto da queda na taxa de natalidade e crescimento da expectativa de vida, está associado entre outros fatores à melhoria na qualidade de vida das pessoas.

Dentro dessas duas perspectivas os indivíduos se mostram mais propensos a cultivar estilos de vida mais saudáveis para viver mais e melhor. A alimentação baseada em uma dieta permeada por frutas, verduras e leguminosas tem sido o principal caminho trilhado para os que buscam mais qualidade de vida ou para aqueles que querem ficar de bem com a balança.

DICAS PARA EMPREENDER

Foi-se o tempo que os produtos Light e Diet eram as únicas opções para quem estava em busca de uma alimentação para enxugar o peso ou mais saudável. Hoje, os alimentos podem agregar, além do sabor, outras funcionalidades, como as energéticas, cosméticas, relaxantes ou ainda com nutrientes que melhoram as funções gastrointestinais, cardiovasculares, fortalecimento do sistema imunológico e redução do colesterol.

Invista em um cardápio vasto, que atenda desde os vegetarianos mais radicais a quem está arriscando as primeiras garfadas no mundo das saladas e comidas saudáveis. Tenha além de uma variedade de saladas, que podem ser montadas pelo cliente, de acordo com a preferência, os sanduíches naturais, que usem pães integrais, de cenoura, leite, milho, beterraba ou espinafre, queijos e maionese light. Aposte também na variedade de molhos com temperos especiais para incrementar os pratos e tenha disponíveis as proteínas animais, com a oferta de filés, peixes e frango.

Os quiches, crepes e os wraps, uma adaptação dos americanos para os “burritos” mexicanos, também são uma boa opção para integrar o cardápio do seu negócio. Já para as bebidas elenque as feitas com frutas frescas e outras combinações leves que podem levar iogurtes, água com gás e leite. O quiosque pode ter disponível também a oferta de sucos industrializados e outras bebidas, mas lembre-se que todos os ingredientes dos pratos devem ser frescos, orgânicos ou hidropônicos.

O ambiente do quiosque deve ser leve, com boa música, garçons trajando fardas diferenciadas e que pode ser instalado em praças, aproveitando a copa das árvores, ou nas areias da praia. Elencando bairros mais calmos ou próximo de locais onde é comum a prática de esportes, o ideal é direcionar seu negócio para o público AB, no entanto, ofertando porções pequenas dá para chegar a um preço enxuto e atrativo que pode atrair a classe C.

Para mais informações, acesse:

www.sebrae.com.br/

Receber essa ideia por e-mail